Menu

Com a instalação de uma nova classe dominante, originada dos bárbaros ou, com mais frequência, da fusão

Com a instalação de uma nova classe dominante, originada dos bárbaros ou, com mais frequência, da fusão entre populações romanas antigas e populações bárbaras estabelecidas no território do antigo Império Romano, aparece uma forma de poder cujas origens são germânicas e que se denomina a banalidade, o direito de banalidade. É um direito de comando bastante geral, que inclui direitos de justiça, mas, sobretudo, direitos econômicos. (Jacques Le Goff. Por amor às cidades, 1998.)
O direito de banalidade derivava

a) das relações pessoais de mando e de exploração social típicas do sistema feudal da Idade Média Ocidental.

b) das transformações da sociedade rural europeia e da economia de consumo imediato para uma produção para mercado.

c) da associação de povos invasores com o Imperador romano e da complexa burocracia imperial com os chefes militares.

d) da sobrevivência das cidades comerciais no Império Romano do Ocidente e da arrecadação de impostos na forma de moedas.

e) da prestação de serviço militar da nobreza à Igreja romana e de auxílios financeiros do Alto Clero aos cavaleiros medievais.

1 Resposta
0

A= As banalidades eram um tipo de imposto sob os instrumentos dos senhores feudais que os servos utilizavam para produzir.